Postado em em NotíciasPolícia

Mata mata em Palmeira dos Índios

Em um intervalo de cinco horas duas pessoas são assassinadas na cidade.

Por Redação

Na tarde deste sábado (2), dia dedicado aos mortos, por volta das 16h30min, foi registrado  o segundo  homicídio na cidade de Palmeira dos Índios, desta vez ocorrido na Rua Vereador Paulo Silas, no Conjunto Residencial Sebastiana Gaia, localizado no bairro da Salgada.

O crime ocorreu exatamente cinco horas após o assassinato ocorrido as margens do Açude do Goití, onde vitimou Rafael Idalino Simões de 23 anos de idade.

A segunda vítima Damião Santana da Silva, de 36 anos,  encontrava-se  sentado na calçada da residência de n.2 77, quando um elemento a pé,  se aproximou e desferiu vários tiros, atingindo-o mortalmente.

Após cometer o crime, o elemento evadiu-se do local em uma moto-táxi de placa e cor não anotadas, não sabendo informar as testemunhas se o criminoso chegou na moto-táxi ou se chamou depois do crime.

Segundo populares que presenciaram o crime, informaram a polícia  que  o autor dos disparos foi um indivíduo conhecido pelo apelido de Vizú.

O 10 Batalhão de Polícia de Palmeira dos Índios, recebeu uma ligação anônima, informando que o suspeito encontrava-se dentro de uma VAN com destino a Ararpiraca e imediatamente interceptou o veículo, mas, não passou de uma informação errada.

MAIS FOTOS

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

  • serio

    serio

    que merda virou minha palmeira.

  • palmeirense roxo

    palmeirense roxo

    PREFEITO CHAME OS APROVADOS NA GUARDA MUNICIPAL PARA QUE ELES POSSAM AJUDAR OS POUCOS POLICIAIS MILITARES DA CIDADE.

  • anonimo

    anonimo

    eu tenho a foto desse maluco.....

  • cesar

    cesar

    nassi ai toda vida foi violento

  • Juliana

    Juliana

    As pessoas precisam valorizar a vida !!! e só acontecerá isto quando a educação passar e ser prioridade e a geração de emprego...

  • angela

    angela

    quem diria Palmeira,uma cidade tranquila e hoje essa violência.ninguem sabe,ninguem viu,e por ai vai.Será que ta virando cidade do velho oeste.E,essa pessoas tão morrendo assassinadas inocentes ou tem algum envolvimento.Mesmo assim nada justifica tirar a vida de alguém ou fazer justiça com as propias mãos.

  • Palmeirense Distante

    Palmeirense Distante

    Quem era a minha terra natal! Raramente se ouvia falar em assassinatos. Hoje em dia, só se ouve falar em assaltos, crimes e drogas. Foi se o tempo em que praticamente "todo mundo" se conhecia e se respeitava. Existia amizade e confiança. Dormia se até de portas abertas! Sinceramente, do jeito que a coisa vai, ninguém sabe onde a Humanidade vai chegar. Oremos/rezemos e peçamos a DEUS para proteger as pessoas de bom coração, da maldade que assola a Terra!